Logo SoberanaSoberana


Criadores

Tutora e programadora Python, Otaku de carteirinha e Cosplayer Frustrada que nunca consegue terminar as roupas, viciada em J-RPGs (principalmente persona) e jogos de estratégia. Juche que ama compartilhar e debater sobre política e revolução. Escreve nya e põe emoji de coração em 99,9% das frases.

Mestranda em ecologia política, publicitária, poliglota, e colecionadora de mel de abelhas nativas. Gosto de permacultura, bioconstrução, agroecologia, e todos esses babados. Sei que a raiz do problema não são os combustíveis fósseis, mas sim, a acumulação de capital.

Internacionalista, brasileira e uruguaia, criadora de conteúdo sobre integração regional, relações internacionais e luta de classes na América Latina. Fã de Rosalía, adora uma partidinha de xadrez nas horas vagas e é TDAH em tempo integral. Para combater o capitalismo é preciso combater o discurso imperialista.

Crocheteira, swiftie e sommelier de waffles. Estudei Economia e Direito e, atualmente, atuo como coordenadora financeira na Soberana. Minha gata, Farofa, é minha fiel companheira. Sou fascinada por leitura desde criança e hoje, além de números e leis, mergulho em textos marxistas na Audioteca Crítica, um podcast de audiolivros.

Hacker, animeiro, podcaster, bolchefitness, já cursei psicologia e atualmente o maior hater de criptomoedas e NFT. Faço parte do nucleo de tecnologia da Soberana e produzo conteúdo pelos projetos Segunda Popular e Tecnologia e Classe.

Artista, designer e entusiasta de filmes de terror. Responsável pelas artes do coletivo, mas conhecido pelos desenhos envolvendo molotovs. Cronicamente online, possui o péssimo hábito de fazer piadas em momentos inoportunos. Tem 20 poucos anos, sempre tem um cubo mágico no bolso e anda de tênis de rodinha.

Gui Afonso | Radio Guerrilha

https://radioguerrilha.com

A Rádio Guerrilha é um projeto que visa difundir o pensamento comunista por meio da música e da sua relação com a sociedade. O projeto nasceu em junho/2022 e desde então, venho produzindo conteúdo na Twitch, com cortes lançados no YouTube, TikTok e Instagram. Eu, Gui Afonso, sou músico e trabalho com isso diretamente há mais de 10 anos, sendo que parte disso foi dando aula e a outra parte eu passei produzindo, compondo e arranjando.

Professor de história da educação pública de base desde 2005, agitador e propagandista socialista gaúcho. Toca o Canal Humberto Matos no YouTube, onde faz a crítica da economia política desde 2015. Hoje atua nas redes sociais ajudando a construir a via para a Revolução Brasileira junto ao Coletivo Soberana.

Historiador, criador de conteúdo e juíz de campeonatos de ioiô. Acha que pegar carrapato-estrela é uma troca justa por fazer carinho em uma capivara.

Fruto do Amor proibido entre uma Escada Magirus e uma Biblioteca do SCP, João é o gigante gentil que veio atacar a sua webvila com recomendações de livros. O Tio pode ser encontrado no canal História e no coração daqueles que creem em sua existência.

Autora, neurodivergente, PcD surda e queer até os ossos, pronta para lutar contra o capitalismo seja ele colorido ou não. É parte do núcleo de criação da Soberana, mas mostra as caras no TikTok quando é pra contar curiosidades que permeiam experiências socialistas.

Bacharel em Ciência e Tecnologia, editor de áudio e apresentador de podcast. Minha cor favorita é o vermelho.

A professora sobre a qual o Brasil Paralelo te alertou. Pedagoga, mestranda em psicologia e marxista que não acredita que a educação, sozinha, vai revolucionar o mundo, mas que certamente faz parte da construção revolucionária.

Professor por dinheiro, Cineasta por paixão e Comunista por convicção. Às vezes as Terças são malucas, mas tamo sempre ai pra falar com seriedade sobre cultura pop, educação e política.

Professor de física, autista, gosto de desenhos (seja em brochura, na tela, ou na pele), falar mal de gringo, esportes, filmes, exposições, piadas e de surpreender as pessoas com análises políticas detalhadas e espantosamente precisas sobre todos esses assuntos.

Músico, gxmer, metaleiro e desenvolvedor de software camarada. Crio conteúdo sobre música, tecnologia e como estes tópicos se misturam com a política.


Projetos

Projeto Saúde Mental Camarada

O Projeto Saúde Mental Camarada, também conhecido como SAMECA oferece apoio psicológico a valores sociais às pessoas da comunidade da Soberana presentes no nosso discord aberto. Ao mesmo tempo, o SAMECA organiza uma rede de profissionais da psicologia em torno de uma prática que considera o sujeito em sua dimensão social, fortalecendo a categoria profissional e estimulando sua consciência de classe.

Audioteca Crítica

A Audioteca é um projeto de audiobooks de obras marxistas e revolucionárias, com o objetivo de facilitar o acesso ao conhecimento. É produzido pelas camaradas Elisa e Zorzal. Orelo é a plataforma que melhor remunera as camaradas, mas você pode ouvir também no Spotify e no Youtube.

Segunda Popular

O Segunda Popular é um podcast dedicado a falar da cultura pop através da esquerda radical. A proposta é pegar obras já amplamente conhecidas (ou não) e trazer uma discussão politica e de esquerda revolucionária sobre elas. Produzido por Ana Neves e apresentado por Froggy e Terça, o Segunda Popular vai ao ar em todas as plataformas de podcast a cada 15 dias, sempre às segundas.

Tecnologia e Classe

Tecnologia e Classe ou 'TeClas' é um canal sobre tecnologia e política, digitado pelos camaradas Azhariel, Froggy, Tarcísio e Zawacki ✊. Falamos sobre as últimas notícias de tecnologia, produzimos videoensaios e tutoriais sobre assuntos importantes. Siga o nosso conteúdo no YouTube, Instagram, TikTok e vamo nessa!

Comunismo: princípios básicos e guia de leitura

Principios básicos do comunismo é um popular vídeo introdutório ao marxismo-leninismo, produzido pelo camarada Ian. Recomendamos a todes camaradas que assistam!


Manifesto

A Soberana é um coletivo marxista-leninista que atua na disputa pela consciência política dos trabalhadores na internet. Dado o crescimento do acesso à internet via celulares no cotidiano da classe trabalhadora, julgamos necessário ocupar os espaços virtuais mais utilizados.

Nossa fundação parte do entendimento que a esmagadora maioria do conteúdo disponível na internet, seja abertamente político ou não, é tomado por linhas reacionárias. Os motivos que culminaram nessa realidade são diversos e complexos, derivando tanto dos monopólios das “Big Techs”, quanto das agências de telecomunicações. Essas empresas determinam a qualidade e acessibilidade da internet em território nacional, ao mesmo tempo que controlam os algoritmos dos sites que acessamos.

As alas à direita, aproveitando-se da colaboração dessas companhias, frequentemente difundem seu discurso com métodos escusos e generosamente financiados. Dessa forma, os algoritmos são apreendidos pelo conservadorismo do senso comum, o liberalismo que luta com unhas e dentes contra a dignidade da classe trabalhadora e o negacionismo calcado nos interesses da burguesia, frequentemente sob a vista grossa da legislação.

Boa parte da esquerda que produz conteúdo para a internet age somente pela perspectiva de agitação e propaganda. Apesar de entendermos a importância da agitprop, nós propomos ir além. Nosso projeto consiste em utilizar a internet para fomentar a organização dos trabalhadores, o avanço da consciência política, a divulgação e a capilarização do marxismo-leninismo no cotidiano de toda a classe.

Dado o modelo de funcionamento das redes, sabemos que a qualquer momento podemos ser banidos e/ou bloqueados das plataformas que utilizamos. Por isso, julgamos necessária a construção de uma rede sólida de camaradas, a fim de garantir a continuidade das nossas atividades, para além de qualquer única rede social.

Para concretizar esse projeto criamos espaços de discussão, diálogo e formação política. Entretanto, o objetivo é não nos restringirmos ao conteúdo acadêmico, explorando formas de entretenimento político mais adequadas aos potenciais da internet. Produzimos de maneira cotidiana transmissões ao vivo, vídeos, textos e ilustrações, priorizando nossa proximidade com a comunidade.

Somos criadores de conteúdo com trabalhos variados sob a perspectiva de disseminar o discurso comunista nas plataformas virtuais. Alinhando-se a isso, promovemos o contato direto com a base de trabalhadores que consomem cotidianamente conteúdo na internet.


FAQ

Qual objetivo do coletivo?

Nosso objetivo como coletivo Soberana é atuar na disputa pela consciência política dos trabalhadores na internet, ocupando os espaços virtuais mais utilizados. Estamos determinados a combater a predominância de conteúdo político reacionário que influencia a internet, manipulado por monopólios de empresas de tecnologia e agências de telecomunicações. Utilizaremos a internet como uma ferramenta para fomentar a organização dos trabalhadores, impulsionar o avanço da consciência política e difundir o marxismo-leninismo para toda a classe trabalhadora.

O que é socialismo?

Do ponto de vista marxista-leninista, o socialismo é um sistema socioeconômico que busca a superação das contradições e injustiças presentes no sistema capitalista. É uma etapa de transição entre o capitalismo e o comunismo.

No socialismo, a classe trabalhadora se torna a classe dominante, assumindo o controle dos meios de produção e eliminando a exploração do trabalho. A propriedade privada dos meios de produção é substituída pela propriedade social, visando o benefício de toda a sociedade e não apenas de uma classe privilegiada. Isso permite uma distribuição mais justa da riqueza, com o objetivo de eliminar as desigualdades sociais e proporcionar condições dignas de vida para todos.

Como posso apoiar o coletivo?

Para apoiar o coletivo Soberana, a melhor forma é acompanhar nossas atividades através das redes sociais e participar de nosso Discord. Nossas redes sociais são espaços onde compartilhamos conteúdos, transmissões ao vivo, vídeos, textos, ilustrações e podcasts com o objetivo de promover a conscientização política e a disseminação do discurso comunista. Seguir nossas páginas e perfis nas redes sociais nos ajudará a ampliar nosso alcance e a compartilhar informações importantes.

Caso você queira disponibilizar seu trabalho para o coletivo, pedimos que preencha o Formulário de Colaboração. Sempre consultamos o formulário tanto para recrutamentos quanto para colaborações eventuais.

Além de acompanhar nossas redes sociais e participar de nosso Discord, outra forma de apoiar o coletivo Soberana é através da plataforma Apoia.se. Nessa plataforma, você tem a oportunidade de fazer contribuições financeiras mensais para nos ajudar a manter nossas atividades e fortalecer nossa atuação online. Se você acredita em nossa causa e deseja contribuir de forma mais direta, essa é uma excelente opção para fornecer suporte financeiro contínuo ao coletivo.

Também temos uma loja online onde disponibilizamos produtos relacionados ao coletivo Soberana, como camisetas, adesivos, bonés e outros materiais. Ao adquirir esses produtos, você estará apoiando financeiramente o coletivo e também poderá disseminar nossa mensagem ao utilizar esses itens no seu dia a dia. Além disso, ao adquirir produtos da nossa loja, você estará contribuindo para a visibilidade do coletivo e para a divulgação do discurso comunista nas plataformas virtuais.